É sempre bom reencontrar um velho amigo

Para enfrentar a programação intensa de uma viagem de trabalho é preciso ter muito bom humor. E isso é o que não falta neste grupo de mato-grossenses que, esta semana, participa da Missão Técnica do Sistema Famato/SENAR-MT. Mas quando amigos de faculdade se encontram ‘- aí – não tem pra ninguém’, é só boas histórias e muitas brincadeiras para relembrar o velhos tempos. Foi isso que aconteceu quando o colaborador do SENAR-MT, Carlos Augusto Zanata, mais conhecido como Guto se encontrou o médico veterinário, José Antônio de Paulo que foi seu colega de faculdade faz vinte e poucos anos. E confesso, estou morrendo de vontade contar os apelidos, mas são ‘implublicáveis’. rsrsrsrs. Então vamos curtir só as fotos dos dois numa agradável brincadeira.

 

Nada melhor que ser premiado com conhecimento e informação

Para os mobilizadores Luiz Rodrigues, Antonio Marcos Pereira Matos, Liria Knutzen, Rosa Leite Cesário, Iracema de Oliveira Araújo, Edimar Ricarte, Patrícia de Oliveira e Paulo Ricardo Wieczorek, esta missão técnica do Sistema Famato/SENAR-MT é o prêmio por terem ocupado os primeiros lugares no ranking do prêmio dos mobilizadores de 2015.  Além do conhecimento, informações, eles também aproveitaram a viagem para conhecer lugares bonitos como a fazenda Córrego Branco que encantou todos com a beleza de sua paisagem e com as novidades na produção de leite. Ahhhh!!! Já estava esquecendo – que sempre na hora da foto tem brincadeiras. Desta vez consegui fotografar.

Assim como para os mobilizadores, a viagem também é um prêmio para os supervisores Natalino Márcio, Kleber Muller e Lúcio Deo, por terem seus sindicatos de suas regionais como os melhores colocados no ranking do Prêmio de Mobilização. Eles registraram tudo. Além das anotações, eles também fizeram muitas fotos e vídeos. E assim segue a viagem de trabalho do grupo de mato-grossenses.

 

 

Pouco tempo para muita novidade na Agrishow 2017

A segunda-feira (01.05) não ‘foi feriado’ para o grupo de mato-grossense que participa da Missão Técnica Ribeirão – Uberaba – 2017. Aliás, muito pelo contrário, foi de muito trabalho. Foi dia de Agrishow Ribeirão 2017. Ao todo, 800 marcas participam do evento que ocupa mais de 400 mil metros quadrados e tem como expectativa receber mais 150 mil pessoas e movimentar quase R$ 2 bilhões. Já no primeiro dia as ruas pareciam um ‘mar de gente’.

O trator que não precisa de operador foi uma das coisas que mais chamou a atenção dos visitantes da feira. E é claro todo mundo quis tirar foto com o “bichão”.

Mas também tinha milhares de outras novidades. Motores expostos também chamaram a atenção.

No fim do dia, além de muito conhecimento, informações, novidades e novas ideias, o grupo também estava cansado e a escada de um estande virou um cantinho para descansar as pernas.

 

É tempo de viagem e o blog é o espaço reservado para as boas histórias

Esta semana um grupo formado por mais de 20 lideranças do agronegócio mato-grossense participa da Missão – Técnica Agrishow – Uberaba 2017. E é aqui no blog do SENAR-MT que vamos contar como funciona os bastidores da “lida” de uma viagem para uma Missão Técnica, ou seja, uma viagem de trabalho em busca de capacitação e conhecimento. Mas vale dizer que viajar em grupo é sempre muito divertido e que se encontra de tudo. Há regras e, sempre há quem as quebre. Há horário e, sempre aquele que perde a hora. Agora o que ninguém perde nesse grupo é a oportunidade de ver, ouvir e compartilhar informações e conhecimento.

E sempre se dá um jeitinho. Enquanto o ônibus segue pelas estradas paulista para levar o grupo para o primeiro compromisso que é uma visita técnica a Agrishow, uns dormem, outros assistem o jogo, mas o bom mesmo é apreciar o sabor de uma fruta, como a laranja produzida na região.

O diretor da Famato, Vilmondes Tomain e o Assessor do SENAR-MT, Rogério Romanini não perderam tempo. Na primeira oportunidade compraram ‘algumas – muitas laranjas’ e quem quis pode provar o sabor doce da fruta produzi produzidas na região de Ribeirão Preto.

IMG_0260

Enquanto isso, o colaborador do SENAR-MT, Márcio Natalino, “corintiano roxo” encontrou um jeito de assistir o jogo. Sofreu boa parte da viagem mas viu seu time ganhar.

E quanto eu digo que tem de tudo – é tudo mesmo. Há quem aproveita os minutinhos enquanto espera o ônibus para “tietar”.

WhatsApp Image 2017-04-30 at 12.38.44 PM

Há quem pede uma sobremesa – hummmmmmmm – deliciosa – e que divide com os companheiros. E há muito mais – que ao longo da semana vou contar com detalhes.