Mato Grosso tem grande potencial botânico e climático para a apicultura

Nos últimos anos, têm-se intensificado o interesse pela criação de abelhas em Mato Grosso. Com isso aumenta a demanda por capacitação e qualificação de mão de obra para atuar no setor, criando assim bases para que a atividade passe de um estágio artesanal para a escala industrial, gerando amplas possibilidades econômicas. Mato Grosso já tem dezenas de municípios, onde a cadeia produtiva da apicultura está em pleno desenvolvimento.  E quando o assunto é capacitação de mão de obra, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (SENAR-MT) oferece treinamentos de Apicultura, Manejo avançado na apicultura e Produção de abelhas rainhas do gênero “Apis mellífera”. Além destes que são direcionados, especificamente, para a cadeia produtiva da apicultura, a instituição oferece ainda dezenas de outros cursos para capacitar e qualificar o homem do campo.

apicultura 1
Mato Grosso é um do estado com grande potencial para o desenvolvimento da cadeia produtiva da Apicultura, considerada uma atividade nobre. Isso porque tem atraído a atenção dos produtores para diversificar a atividade na propriedade rural.  O Brasil possui a maior florada apícola do mundo e o estado destaca-se por ter três ecossistemas bem distintos: Cerrado, Pantanal e Floresta Amazônica. Além disso, tem um clima favorável que propicia a produção de mel durante todo o ano. Diante deste panorama, vale ressaltar que é possível produzir em Mato Grosso mel orgânico, tornando assim um importante produto de exportação. Os produtores acreditam na expansão desse mercado ainda pequeno se comparado com outros estados. Continuar lendo