Uso consciente de defensivos garante qualidade na olericultura

Os defensivos agrícolas são produtos eficazes no controle de pragas e doenças que atacam as plantações de uma forma geral. Na cadeia produtiva da olericultura não é diferente. Para que a utilização destes produtos seja segura e eficiente é necessário que o produtor cumpra algumas regras. Embora o assunto seja polêmico, os produtos são eficientes e seguros, desde que o uso seja feito de acordo com as orientações. Para que cheguem ao mercado a fim de serem comercializados, passam por um rigoroso processo de registro, que abrange testes de avaliação toxicológica supervisionado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pelo Ministério da Saúde, além de avaliação ambiental para averiguar qual seu impacto na atmosfera, no solo e na água. Além disso, o produto deve ser registrado junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Para obter sucesso na aplicação de defensivos agrícolas, é importante seguir boas práticas como a segurança na aplicação.  O primeiro passo é proteger o operador contra intoxicações que podem ser causadas por defensivos.

Continuar lendo

Hidroponia garante lucro no cultivo de hortaliças

A hidroponia se torna atraente para o campo em função do consumo racional de água e adubo, da redução do uso de agrotóxico e também da utilização de pouco espaço. A hidroponia é considerada um bom negócio. Mas, para obter lucros, o produtor tem de conhecer as técnicas necessárias para a condução do sistema. O agricultor precisa ter uma estrutura de equipamentos adequados e necessita ainda de capacitação para fazer o manejo correto que inclui adubação e aplicação de nutrientes na água que é utilizada das plantas.

Os sistemas hidropônicos são divididos entre os que possuem circulação da solução nutritiva, também chamados de sistemas abertos ou dinâmicos e os que não possuem circulação, conhecidos como de sistema fechado ou estático. Entre os sistemas com circulação de solução dinâmica destacam-se o NFT (Nutrient Film Technique), que é um dos mais usados no mundo. Esta técnica funciona basicamente com um tanque de solução nutritiva, canais de cultivo, uma bomba que promove a circulação da solução e um sistema de retorno ao tanque.

hidro1

Continuar lendo