Armazenamento adequado garante grãos de qualidade

Terra boa, clima favorável, tecnologia e grandes áreas. Tudo isso torna Mato Grosso um dos maiores produtores de grãos do Brasil.  Com uma história agrícola relativamente nova, o estado revelou ao país e ao mundo sua vocação para a produção de grãos e a cada ano surpreende com números recordes.  Líder nacional na produção de soja, milho, algodão e girassol, tem uma área plantada que tem crescido ano a ano. Isso acontece porque os produtores rurais, incluindo agricultores e pecuaristas, estão cada vez mais bem informados no que se refere às tecnologias para aumentar a produtividade e a produção.

Considerando a margem de segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) para Alimentação e Agricultura (FAO), que é de 20% em cima de tudo que se produz em grãos, em 2018, o déficit de armazenagem deve aumentar 38 milhões em Mato Grosso. A falta de locais adequados para armazenar os grãos é um problema que aflige todo o Brasil. O país tem capacidade para estocar até 157,6 milhões de toneladas, o que significa dizer que falta espaço para estocar mais de 32% do que já foi colhido, o que equivale a cerca de 75 milhões de toneladas.

silos 0

Continuar lendo