Classificação de grãos é um problema que tem tirado o sono dos produtores

Classificação de grãos. Este é um assunto polêmico que está sempre presente nas reuniões, encontros e eventos do setor do agronegócio. Tem sido apontado como um problema grave e que tem “tirado o sono” dos produtores rurais. Além da discussão sobre a classificação de grãos propriamente dita, há ainda a reclamação de falta de mão de obra para fazer o trabalho. “É um problema que atinge todos, mas é importante destacar que cada caso é um caso”, diz o produtor rural Amarildo de Almeida Souza.

A Classificação de Grãos é um processo importante no ato da comercialização dos produtos de origem vegetal de uma propriedade rural. É onde se determina o Grupo, a Classe e o Tipo dos grãos avaliados, através de um profissional habilitado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Durante todo o processo produtivo, onde há um investimento significativo para se obter boa produtividade, essa etapa de classificação vem  garantir a qualidade que o produto apresenta no ato da comercialização, e tem por base análises específicas e, por comparação entre a amostra analisada e os padrões oficiais aprovados pelo Mapa. Com isso, se dá o deságio de acordo com os limites excedidos, aplicando assim os descontos nos lotes de grãos comercializados.

01.10-Secagem e armazenamento de grãos -Rafael Manzutti (27)
Rafael Manzutti

Continuar lendo

Sistema Agroflorestais diversificam a produção e aumenta a renda familiar

Muito tem se falado em Sistemas agroflorestais (SAF’s) que são formas de uso ou manejo da terra, nos quais se combinam espécies arbóreas com cultivos agrícolas ou criação de animais, de forma simultânea ou em sequência temporal e que promovem benefícios econômicos e ecológicos. Os sistemas agroflorestais ou agroflorestas, como são popularmente conhecidos, apresentam como principais vantagens, frente à agricultura convencional, a fácil recuperação da fertilidade dos solos, o fornecimento de adubos verdes, o controle de ervas daninhas, entre diversas outras vantagens.

A integração da floresta com as culturas agrícolas e com a pecuária oferece uma alternativa para enfrentar os problemas crônicos de degradação ambiental generalizada e ainda reduz o risco de perda de produção. Outro ponto vantajoso do sistema agroflorestal é que, na maioria das vezes, as árvores podem servir como fonte de renda, uma vez que a madeira e os frutos das frutíferas ser vendidos. A combinação desses fatores encaixa as agroflorestas no modelo de agricultura sustentável.

Continuar lendo

Mercado da carne suína tem comportamento diferenciado neste fim de ano

Tradicionalmente, nos últimos meses do ano, a venda de carne suína aumenta até 30% em função das receitas gastronômicas famosas que são utilizadas nas festas de fim de ano. De acordo com o diretor executivo da Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat), Custódio Rodrigues, esse aumento, começa já em setembro. “Este também é um período em que o preço da carne suína fica um pouco melhor para o produtor”.

 

Continuar lendo

Evolução no setor de embutidos e defumados gera novas opções para o consumidor

Nos últimos anos muitas mudanças aconteceram no mundo dos embutidos e defumados. A evolução foi rápida nesta área. Há bem pouco tempo, este setor se resumia a basicamente dois produtos. Atualmente, há dezenas deles espalhados pelas prateleiras  dos supermercados e açougues. A variação de preços, sabores e qualidade também é bastante diversificada. Além da tradicional carne suína, podem ser utilizadas a bovina, frango e também a ovina para a produção de embutidos e defumados.

SALA-DE-DEFUMADOS

Continuar lendo