Sanidade é um dos pontos mais importantes para a piscicultura

As doenças mais comuns que preocupam os piscicultores são causadas pelas práticas de manejo inapropriadas que acontecem no sistema de cultivo intensivo, principalmente quando o assunto é alimentação e limpeza dos viveiros. Muitos dos descuidos que causam doenças no cultivo de peixes poderiam ser evitados. Nesta lista está incluído doenças causadas por nutrição, falta de oxigênio e queda de temperatura.  O metabolismo e a fisiologia dos peixes são afetados pelas condições ambientais, então é necessário que se tenha mais cuidado, principalmente no inverno, quando há uma grande variação de temperatura.

Em Mato Grosso, estes cuidados devem ser tomados quando as temperaturas ficam mais amenas e o metabolismo dos peixes diminui. Isso faz com que eles se alimentem menos e, por isso, é importante que se tenha uma alimentação balanceada.

pisci - sanidade 0
Divulgação

As inúmeras espécies de peixes existentes no Brasil, possuem diferentes hábitos alimentares, assim como suas exigências nutricionais, fazendo com que a dieta que recebem influencie em seu comportamento, saúde, reprodução e crescimento. Diante deste panorama, a alimentação inadequada e o uso de rações de baixa qualidade ou dieta não balanceada, provocam a redução de absorção de nutrientes, criando acúmulo de matéria orgânica no ambiente de produção causando o desenvolvimento de bactérias e parasitas, além do aparecimento de algas.

Os fungos também preocupam os produtores de peixe. Estes grupos de organismos são chamados heterotróficos, pois podem usar matéria viva ou morta para crescimento e reprodução. Não são plantas, portanto, são incapazes de produzir seu próprio alimento por fotossíntese. Podem ser encontrados em qualquer ambiente, água salgada ou doce, em baixa ou alta temperatura e, em muitos casos, possuem um valor ecológico, pois processam restos orgânicos em decomposição.

Entretanto, os fungos podem ser um sério problema para peixes quando se encontram estressados ou doentes por diversos motivos: condições ambientais inadequadas; falhas nutricionais; condições higiênicas sanitárias deficientes; má qualidade da água ou quando feridos. Em todas estas situações de fragilidade orgânica ou de lesão tecidual, os fungos podem infectar os peixes e anfíbios, podendo também invadir as ovas e os ovos destes animais.

Os fungos são agrupados pela morfologia de seus vários estágios de vida. Todos produzem esporos e é por meio destes que a sua presença e, em alguns casos, as doenças causadas por eles são disseminadas. Os esporos são resistentes ao calor, à seca, à desidratação, a desinfetantes e às defesas naturais dos peixes e anfíbios.

Por natureza, esses micro-organismos não são agentes patogênicos primários para os peixes e anfíbios e não apresentam um comportamento epidêmico. Seu processo agressivo está sempre associado a prévias condições de estresse, ferimentos, de debilidade orgânica ou doença presente na criação animal e a principal via de transmissão é pelo ambiente contaminado ou alterado.


DICAS IMPORTANTES PARA UM CULTIVO SEGURO

– Monitorar a qualidade da água e manter uma boa prática de manejo, respeitando o limite de transparência, oxigênio dissolvido, alcalinidade, pH, nitrito, amônia e dureza, garante a vida saudável dos peixes cultivados na piscicultura.

–  Monitorar a qualidade da água e temperatura.

– Adotar equipamentos como aerador e alimentadores para facilitar o cultivo de peixes e prevenir doenças.

– Remover do local peixes mortos e doentes.

– Não exceder o limite do viveiro.

– Prestar atenção no comportamento do peixe.

Fonte: Infobios, Embrapa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s