Produtores investem na conservação e preservação do solo em Mato Grosso

Conservação e preservação do solo é um assunto que preocupa os produtores rurais de uma forma geral. Existem diversas formas de cultivo na prática da agricultura que tem como objetivo conservar e preservar o solo. Alguns utilizam o plantio direto, outros a rotação de culturas e tem aqueles que investem outras técnicas como o terraceamento. É preciso conhecer as diferentes formas de conservação do solo propiciadas por cada uma dessas técnicas de cultivo.

11 - set - foto 1

O sistema de plantio direto, como o próprio nome sugere, baseia-se em realizar o cultivo diretamente sobre o solo, aproveitando os restos orgânicos da colheita anterior. Já no sistema de rotação de culturas ocorre uma alternância entre os tipos de produtos a serem cultivados. Tal alternância não pode ser realizada aleatoriamente, os produtos a serem cultivados devem possuir certa demanda no mercado e proporcionar recuperações dos nutrientes do solo. É a técnica mais adequada para a manutenção da qualidade das terras ou, pelo menos, para conter as agressões ambientais realizadas pela agricultura.

11 - set - foto 2

Outra boa técnica de cultivo do solo é a do terraceamento. Ela consiste em realizar a produção ordenando a plantação em linhas que seguem as diferenças de altitude do solo. Essa técnica é mais adequada para terrenos com declividades (morros, por exemplo) e ajuda a conter o processo de erosão dos solos. Além disso, contribui para a contenção de água, pois, dessa forma, ela escorre mais devagar e tem maior chance de infiltrar na terra.

Em Mato Grosso, os produtores da região do Alto Teles Pires, no médio norte recebem ajuda para restaurar áreas degradadas e conservar a vegetação remanescente em suas propriedades. O apoio vem de uma iniciativa coordenada em conjunto pela The Nature Conservancy (TNC), maior organização ambiental do mundo, e pela Syngenta, empresa líder no setor agrícola, que ampliarão o projeto que desenvolvem juntas, desde 2010, com objetivo de contribuir para a conservação da biodiversidade e a proteção de espécies polinizadoras do Cerrado.

Na primeira fase do projeto, que durou seis anos, foram mapeados 8 milhões de hectares, entre propriedades rurais, áreas naturais e outros usos do solo. Esses mapas serviram de base para diagnosticar a necessidade de restauração de matas ciliares, de forma a oferecer aos governos municipais e estadual e à sociedade em geral o Plano Estratégico de Restauração Florestal, documento que serve para recomendar soluções técnicas aos gargalos da restauração florestal.

11 - set - foto 3

Além disso, esses mapas contribuíram para que os produtores obtivessem o Cadastro Ambiental Rural (CAR) de suas propriedades, junto ao governo federal, primeiro passo para a regularização ambiental da propriedade. Hoje, mais de 90% da área cadastrável da região já está no CAR. A iniciativa focou, ainda, na capacitação de produtores e técnicos locais para a adoção de práticas simples e baratas de restauração. Com essas ações, o projeto contribuiu para a recuperação de 20 mil hectares degradados, que formaram corredores naturais em Áreas de Preservação Permanente, permitindo conectar 3,2 milhões de hectares de fragmentos de vegetação nativa.

Na fase que se inicia neste ano de 2017, TNC e Syngenta realizarão os Projetos de Restauração de Áreas Alteradas e Degradadas (PRADA) de 100 propriedades rurais, de acordo com os critérios definidos pelo Programa de Regularização Ambiental de Mato Grosso (PRA). Além disso, capacitarão produtores rurais e multiplicadores nos temas PRA, PRADA e restauração florestal, com destaque para aspectos de conservação da biodiversidade e das espécies atrativas para polinizadores.

11 - set - foto 4

IMPORTÂNCIA DO SOLO – O solo é um dos recursos naturais mais importantes para a qualidade de vida do homem. Possui múltiplas funções nos ciclos dos nutrientes, no da água e também é importante para a sustentabilidade dos sistemas naturais, como as florestas primárias e campos, sendo um dos fatores mais relevantes na determinação da tipologia florestal. Além disso, é fundamental na produção de alimentos e foi muito importante na evolução da espécie humana e no sucesso desta frente às demais espécies.

 

11 - set - foto 5

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s