Mato Grosso tem grande potencial botânico e climático para a apicultura

Nos últimos anos, têm-se intensificado o interesse pela criação de abelhas em Mato Grosso. Com isso aumenta a demanda por capacitação e qualificação de mão de obra para atuar no setor, criando assim bases para que a atividade passe de um estágio artesanal para a escala industrial, gerando amplas possibilidades econômicas. Mato Grosso já tem dezenas de municípios, onde a cadeia produtiva da apicultura está em pleno desenvolvimento.  E quando o assunto é capacitação de mão de obra, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (SENAR-MT) oferece treinamentos de Apicultura, Manejo avançado na apicultura e Produção de abelhas rainhas do gênero “Apis mellífera”. Além destes que são direcionados, especificamente, para a cadeia produtiva da apicultura, a instituição oferece ainda dezenas de outros cursos para capacitar e qualificar o homem do campo.

apicultura 1
Mato Grosso é um do estado com grande potencial para o desenvolvimento da cadeia produtiva da Apicultura, considerada uma atividade nobre. Isso porque tem atraído a atenção dos produtores para diversificar a atividade na propriedade rural.  O Brasil possui a maior florada apícola do mundo e o estado destaca-se por ter três ecossistemas bem distintos: Cerrado, Pantanal e Floresta Amazônica. Além disso, tem um clima favorável que propicia a produção de mel durante todo o ano. Diante deste panorama, vale ressaltar que é possível produzir em Mato Grosso mel orgânico, tornando assim um importante produto de exportação. Os produtores acreditam na expansão desse mercado ainda pequeno se comparado com outros estados. Continuar lendo

Mapas com informações precisas fazem toda a diferença na tomada de decisões

Quando o assunto é agricultura de precisão, mapas e a tecnologia são fortes aliados do produtor. Mas é preciso ressaltar que devem ser utilizados com sabedoria. É só desta forma que podem trazer retorno significativos para o produtor e também para o meio ambiente. Na agricultura de precisão há vários tipos de mapas. Os mais solicitados são aqueles para identificar e investigar a variabilidade de diversos aspectos na lavoura como a produtividade, solo, plantas daninhas, pragas e doenças.

Mapas de infestação de insetos, pulverizações, irrigação, aplicação de fertilizantes, semeadura, taxa variável, automação, máquinas e até de criação de unidades de gestão diferenciadas fazem parte de uma extensa lista de relatórios que podem ser gerados, analisadas e que contribuem muito nas tomadas de decisão do produtor. O segredo é saber analisar estes dados e aproveitá-los para aumentar a produção e a produtividade e, consequentemente diminuir os prejuízos e os desperdícios.

Continuar lendo

Suinocultor deve dobrar os cuidados com os leitões entre a maternidade e a creche

Sair da maternidade e ir para creche é uma mudança bastante brusca para os animais. Sendo assim, é preciso alguns cuidados para minimizar o estresse dos animais. Além da separação da mãe e a socialização com outros leitões, eles ainda precisam enfrentar a substituição do leite materno por outros alimentos. O produtor precisa se ater a todas essas mudanças e fazer o possível para tentar minimizar os efeitos negativos que possam prejudicar o desempenho dos leitões.

A mudança nutricional, do líquido para o sólido, eleva a taxa de pH estomacal, aumentando a sobrevivência e a passagem no trato intestinal de bactérias patogênicas ingeridas. Nas primeiras 24 horas após o desmame, também ocorrem alterações funcionais e estruturais no intestino delgado.  Portanto, para obter um melhor desempenho nesta fase e, consequentemente, ao longo de toda a cadeia produtiva do suíno, é indispensável a adoção de um programa efetivo de alimentação.

suinocultura creche 1

Continuar lendo

Mercado futuro protege produtores de variações de preços

mercado futuro 1

Mercado futuro. Para muitos ainda é uma novidade. Para outros já faz parte do cotidiano da comercialização da produção. Vale explicar que os contratos de futuro são de compra e venda padronizados, no que se refere às características do produto negociado, conforme regulamentação da Bolsa. É por meio destes contratos que as partes se comprometem a comprar e vender determinada quantidade de um ativo financeiro ou ativo real (bens tangíveis), em uma data futura, a um preço predeterminado. Por serem padronizados, os contratos futuros são negociáveis em bolsa e constituem a base do chamado mercado futuro.

Continuar lendo

Amostragem e análise de qualidade garantem uma boa correção do solo

As amostragem e análises de solo devem ser feitas anualmente na agricultura e, pelo menos a cada três anos nas pastagens. O objetivo é estimar a capacidade do solo de fornecer quantidades adequadas de nutrientes necessários para atender às necessidades da lavoura ou das pastagens. É importante dizer que os resultados do teste somente são úteis quando utilizados em conjunto com uma curva de calibração que relacione a análise de laboratório a um conjunto de dados de resposta de plantação. Sem os dados de resposta (calibração), os resultados do laboratório não têm muito significado. O padrão de amostragem deve ser configurado para caracterizar melhor a variabilidade dentro do campo.

Diferentes sistemas de cultivo fornecem quantidades e profundidades diferente de mistura de nutrientes. Frequentemente, os nutrientes se tornam estratificados — ou em camadas — no perfil do solo. Isso pode afetar a disponibilidade dos nutrientes da planta, especialmente se as condições de umidade limitarem a atividade de raiz em qualquer momento durante a estação de crescimento. Por exemplo, se os nutrientes se acumularem nas três ou quatro polegadas superiores da zona da raiz e o solo secar no meio do verão, a planta pode ficar subnutrida devido à indisponibilidade de posição dos nutrientes. Isto é, o suprimento na verdade está lá, mas está inacessível às raízes devido à falta de umidade.

amostragem de solo - 1

Continuar lendo